domingo, 11 de setembro de 2016

Resenha #16 | Querubins: A Balança do Coração | Martha Ricas

Sinopse
O solo italiano sempre foi marcado pela violência de seus moradores, seja por suas batalhas ou paixões. A doce querubim Ashira é enviada à bela cidade de Florença, no coração da Itália renascentista. O lugar exala arte, beleza e romance, contudo são nos segredos mais profundos dos corações de seus moradores que ela deve adentrar, sendo enviada para a casa de seus governantes implacáveis, os Médici. Dentre os humanos que se colocam em seu caminho, estão Lucca Amato, um jovem pintor que acaba se encantando por ela, e a donzela Graziella di Médici, a herdeira temperamental para quem trabalha disfarçada de dama de companhia. Uma traição coloca seus destinos em risco e uma guerra entre coração, razão e egos sacode as muralhas da cidade das artes. Cenários estonteantes, intrigas familiares e batalhas sangrentas marcaram Florença e impactarão o leitor nesta nova inserção querubim. *livro gentilmente cedido pela autora


Ashira é enviada para a terra em uma nova missão contra as forças das trevas que tentam criar uma guerra entre dois clãs aliados, os Médici e o Sforza. Após um terrível acontecimento no baile à fantasia, Ashira precisa deixar de lado sua bondade e ser a guerreira que foi treinada para ser e vai contar com a ajuda do jovem Lucca, pintor e atalaia, que se sente responsável pelas vidas de Florença.

“Orando ao Céu, minha armadura foi tomando forma e senti a empunhadura de Sarayah, minha rapieira, arder em minha mão.”

Ashira sempre quis se provar uma grande guerreira, como seus irmãos Chaya e Salatiel e sua experiência em Florença nos mostrará que, apesar do carinho que nutre pelos humanos e sua linda voz, ela é uma mulher de armas poderosa e impiedosa contra as armas do mal 

“É preciso ter um bom coração, para saber quais batalhas lutar e como vencê-las.”

O que dizer desse livro que mal acabei de ler e já quero mais? Em Querubins: A Balança do Coração conhecemos mais profundamente a querubim Ashira e posso dizer que estou em dúvidas quanto a minha personagem favorita: Chaya ou Ashira.


A surpresa veio no final do livro: fui citada nos agradecimentos especiais! Não sei como agradecer todo o carinho e confiança. Conhecer a Martha foi a melhor coisa que poderia ter me acontecido em 2015. Eu me encantei com sua escrita, mas nossa amizade vai além dos livros, já estava escrito! Obrigada pela amizade e pela paciência com meus mistérios (risos). E se você ainda não conhece as histórias da Martha, vou deixar linkado todas as referências da Martha aqui para que possam conhecer um pouco mais do trabalho dela.

SkoobFacebookTwitterInstagramSiteBlog


Até a próxima!