domingo, 31 de janeiro de 2016

[META DE LEITURA] Fevereiro

Oi, pessoal!

Correndo atrás do tempo, vou seguindo nas minhas leituras planejadas para o ano. Não está sendo muito fácil, já que não estou no modo leitora, mas até agora consegui me manter focada.



Nesse mês, iniciei o ano com Grave Mercy, da Robin LaFevers e gostei muito. Eu ouvia comentários positivos sobre o livro, estava com muita expectativa e não me desapontei.

GraveMercy conta a história de Rienne Ismae, uma garota que é dominada pelo pai que arranjou um casamento para ela. No dia do casamento, Rienne foge com a ajuda do padre do seu povoado que a leva para o convento de Saint Mortain, o deus da Morte. Lá, eles treinam jovens mulheres na arte do assassinato de traidores – apenas homens.


A trama é extremamente envolvente e a mitologia é diferente de tudo o que já tinha lido. É original! Sem contar que o livro explora o lado poderoso da mulher, em como ela pode ser dona do seu próprio destino e era o tipo de leitura empoderadora que eu precisava.


“... while I am Death's daughter and walk in His dark shadow, surely the darkness can give way to light sometimes.” 

A leitura de Grave Mercy é super recomendada e para quem não lê em inglês, a editora V&R já lançou o primeiro livro no Brasil em setembro do ano passado. Não deixem de ler!


Seguindo o cronograma de leituras do calendário literário do Vitor, em fevereiro escolhi um livro que estou bastante ansiosa para ler e só consegui comprar recentemente. Já assisti ao filme e é uma das histórias de superação que mais me encanta. E ainda trata de outro assunto que eu me amarro, o ballet <3



E como anda a meta de leitura de vocês?

Até a próxima!