quarta-feira, 3 de junho de 2015

Resenha #4 | Distopia | Kate Willians


Sinopse
Novos padrões de convivência foram restabelecidos após a Grande Guerra ter devastado o planeta. Os países, estados e cidades foram quase que inteiramente dizimados. Os sobreviventes encontraram um novo meio de restaurar sua sociedade; dividir as pessoas com base na sua classe social. Os governados e os governantes. Num mundo onde o poderio militar dita as regras, será necessário muito mais do que um exército para impedir que os dois mundos eclodam. Thiago é soldado por obrigação e um Governado por nascença. Laura é filha do Coronel, uma Governante. O que eles não esperavam, é que viveriam um amor capaz de transcender o Regimento. A pergunta que fica é, você iria contra a sua família e sua origem, para viver um grande amor? *manuscrito cedido em parceira com a autora; sem revisão.

Hoje, tenho o prazer de resenhar um livro da parceira do blog, Kate Willians. Obrigada por confiar no Breaking Free <3 



O livro, como o próprio nome diz, se trata de uma sociedade distópica. Os governantes, posição alcançada pela hereditariedade, tem vários privilégios, como o uso de tecnologia enquanto os governados são deixados para ocupar cargos pouco desejados e são obrigados a entregar seus filhos, ainda crianças e independente do sexo, para se alistarem no exército. No livro, vemos a história de Laura, filha do Coronel e Thiago, um soldado se encontrarem por causa de um ideal: ambos acreditavam que aquela sociedade não deveria mais existir, cada um à sua maneira. A história é narrada por Laura e Thiago, intercalando momentos atuais e flashbacks.

O gênero literário distópico sempre me agradou, mas tenho visto muito do mesmo. Em Distopia, vi personagens sem muita personalidade, tem um pouco de cada série que li anteriormente e nada muito inovador nos protagonistas. Não consegui simpatizar com Laura e Thiago por conta disso, sensação que mudava um pouco quando um carrasco sargento entrava em cena. Eu gosto de extremos e esse personagem me conquistou com sua forma nem um pouco didática de lidar com seu pelotão. Não, não sou politicamente correta. Apesar dos pesares, já quero a continuação que tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2016.

Kate tem 20 anos, escreve desde os 15. Aos 17, publicou seu primeiro livro 'Debaixo das minhas asas', mas não emplacou devido alguns problemas costumeiros de início de carreira. Em 2014, a oportunidade bateu à porta através do Prêmio Bang da Saída de Emergência. O trabalho de apenas um mês foi suado, corrido e de muita dedicação. O resultado não foi o esperado, mas abriu a porta para que a Editora Arwen conhecesse seu trabalho e fizesse a proposta de publicação do livro Distopia.


O livro já tem data de lançamento e quem for de São Paulo, pode aproveitar para pegar o autógrafo e tirar uma foto com a autora. Marque sua presença no evento de lançamentoVou deixar os links da autora aqui, para que possam conhecer mais do trabalho dela.



E aí, o que acharam da história? Estou muito ansiosa para ter meu exemplar autografado, pois a autora já anunciou em sua página no facebook que virá para a Bienal *dancinha*.


Até a próxima!