quarta-feira, 20 de maio de 2015

Resenha #2 | Enquanto a Chuva Caía | Christine M.

Sinopse
Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa.
Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta.
Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança.
Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói?


Eu devo ter algum tipo de imã para livros que acontecem ou citam as cidades de Porto Alegre e Rio de Janeiro. Enquanto a Chuva Caía cita minha cidade natal e uma cidade do interior do RS, São Leopoldo. Esse pequeno detalhe (mas tão importante para minha pessoa) conseguiu me cativar logo nas primeiras páginas e eu poderia amar a autora se eu já não a carregasse no meu peito com todo estoque de carinho que meu pequeno corpo consegue aguentar.


Erik e Marina vivem em mundos totalmente diferentes, mas são pessoas bem parecidas quando se trata de esconder segredos. Ele é um advogado que trabalha para a polícia fazendo o trabalho sujo em busca da adrenalina. Ela, herdeira de uma das maiores empresas dos Estados Unidos, que sofre com a perda do marido e com o pai que está doente, mas precisa se manter forte para ser respeitada no mundo dos negócios.
Erik se envolveu em algumas dificuldades e foi transferido para a terra do Tio Sam até que o pior passasse e passou a cooperar na equipe jurídica da H £ L Associados, empresa em que Marina é CEO. O relacionamento vai além da relação entre chefe e empregado e descobrimos uma personagem nova. Marina se torna uma pessoa mais alegre, se permitindo viver pela primeira vez desde que o marido faleceu no Iraque, enquanto Erik continua em sua insaciável busca por adrenalina, descobrindo alguns podres da empresa de sua amada. 

O livro me deu a sensação de pressa com Erik correndo de um lado para o outro, se metendo em encrencas de peixe grande e por várias vezes quis mata-lo porque, apesar de pensar muito em sua família e em Marina, suas atitudes vão em direção oposta. Mas hábitos antigos não somem com tanta facilidade e eu acabei me envolvendo com a angústia em que ele vive. Marina me conquistou desde o início com seu drama pessoal que me pareceu tão familiar, mas sempre demonstrou força e racionalidade em um ambiente tipicamente masculino. Juntos, eles encontram o equilíbrio necessário para um relacionamento sadio.

 [...] eu aprendi que não adianta querer evitar as coisas ruins; elas vem de um jeito ou de outro. Então, pra que adiar as boas? Essas sim podem acabar não vindo nunca." (p. 183)

A história me arrebatou por dois dias, mas a atitude da autora em expandir os eventos de lançamento do livro pelo país me tocou profundamente. Foi tão gostoso encontra-la em Porto Alegre, quando estava morando lá. Obrigada por visitar os fãs lá no sul, mesmo com o frio que estava em julho de 2014. 


Espero que tenham gostado da resenha. A Chris é uma autora que estou sempre indicando, pois as palavras dela me encantam cada vez mais e quero que todos conheçam essa joia nacional ou, como dizem por aí, o Nickolas Sparks de saia. Vai perder essa oportunidade? Vou deixar os links da autora aqui, para que possam conhecer mais o trabalho dela e se apaixonarem como eu me apaixonei a três anos atrás. 


Ah! A Chris está de casa nova. O livro Sob a Luz dos Seus Olhos será relançado pelo selo Fábrica231, da Editora Rocco na Bienal do Rio, em setembro e o segundo livro, Sob Um Milhão de Estrelas, em 2016. Não preciso nem dizer que fiquei radiante com essa notícia e que a história de Elisa e Paul poderá alcançar outras pessoas!

Até a próxima!